fechar
img

O Natal Madeirense

O Natal tem para os madeirenses um encanto especial, único no mundo. é celebrado com alegria, cor e muito entusiasmo. O Natal constitui a época mais importante do ano, rosto de costumes e tradições que muito honram o folclore e a herança do seu povo. Tudo gira à volta da "Festa", e o mês de Dezembro, o mais esperado por todos. As tradições cristãs da época do Natal e do Fim do Ano na Madeira estão muito enraizadas nos hábitos do povo madeirense. Durante todo o mês de Dezembro e até ao dia de Reis, a 6 de Janeiro, vive-se intensamente esta quadra, conjugando as manifestações de cariz religioso e o regozijo pela chegada de um novo ano, com um rico programa de eventos culturais, etnográficos e artísticos. As iluminações decorativas marcam o arranque das festas de Natal e do Fim do Ano. No Funchal, e em muitas outras localidades da ilha, a cidade é abrilhantada com milhares de luzes e decorações de rua, uma visão única da alegria geral que se sente nas ruas. Por esta altura, as casas são limpas com apuro , alindadas e decoradas com as tradicionais "lapinhas" (presépios) e árvore de Natal . Confecionam-se as iguarias típicas desta época festiva, como as broas e o bolo de mel, os licores e a carne de vinho e alhos, compram-se flores e frutos da época. Destes odores caraterísticos nasce a expressão : Já cheira a Natal!
A capital, Funchal, converte-se ela própria num presépio de proporções reais, dadas as características naturais do seu anfiteatro, do qual emergem ornamentações florais e luzes multicolores. As principais ruas da cidade exibem autênticos quadros vivos das tradições regionais que, a par dos concertos, das atuações de grupos folclóricos, das bandas filarmónicas e de outros agrupamentos musicais, extasiam os residentes e os milhares de turistas que visitam a ilha por esta ocasião.
A anteceder o Natal, as 9 "Missas do Parto", que se iniciam a 16 de Dezembro, atraem muitos fiéis que, no final da celebração, confraternizam nos adros das igrejas entre cânticos populares e a partilha de comes e bebes, num verdadeiro ambiente de comunhão festiva.
No dia 23 de Dezembro realiza-se a tradicional "Noite do Mercado", local onde se adquirirem as últimas iguarias que farão parte da "Ceia de Natal". Também neste espaço decorre um espetáculo de cânticos tradicionais de Natal.
As festividades continuam, culminando no dia 31, com um glamouroso espetáculo de fogo-de-artifício, reconhecido em 2006, pelo livro de recordes do Guinness, como o maior espetáculo de fogo-de-artifício do mundo. é no seio deste espetáculo grandioso que a Madeira se despede do ano que termina e saúda um novo ano.
Estes constituem excelentes motivos para viver a "Festa" na Madeira. Venha daí e viva esta quadra inolvidável connosco!

fundo1 fundo2 fundo3 fundo4 fundo5 fundo6 fundo7 fundo8